Sempre o vemos ao longe e (eu) sempre tive (aquela secreta) vontade de lá por os pés... finalmente surgiu a oportunidade.
A visita ao Farol do Bugio foi guiada pelo historiador Joaquim Boiça e decorre apenas 1 vez ao ano. Foi uma pequena aventura lá chegar (e desembarcar) e foi muito interessante saber a história deste emblemático Farol pela voz de quem lá já viveu.

Graças ao Carlos das deliciosas Queijadas de Oeiras ainda (eu e a Cris) fomos a tempo de preencher as duas últimas vagas. Para os interessados, as inscrições começam em Junho, na Junta de Freguesia de Oeiras.

Sem comentários: